Imóveis no Rio de Janeiro procuram compradores

Imóveis cariocas procuram compradoresA cada dia que passa as placas de “vende-se” nos imóveis cariocas estão tornando mais constantes, e um dos motivos para este “saldão” foi a alta nos preços. Como consequência muitos imóveis ficaram encalhados, e para não ficar com as casas e/ou apartamentos vazios, alguns proprietários já estão aceitando até propostas.

A análise da corretora Mara Garcia, confirma exatamente este momento. No preço na planta, você tinha um dois quartos por R$ 100 mil. Na hora do habite-se você teve um preço de R$ 213 mil. Hoje em dia você compra um apartamento aqui por R$ 360 mil, de dois quartos. E por R$ 470 mil, um de três quartos, com uma metragem de 84m², conclui a Mara.

Já para Rubem Vasconcellos, presidente de uma imobiliária, muitos proprietários esperavam por mais uma onda de aumento nos preços dos imóveis, o que não aconteceu.

O vendedor tem medo de vender e o comprador tem medo de comprar. Parece que o vendedor, na hora de vender, se encontra um comprador, acha que está vendendo barato. O comprador, na hora de comprar, acha que está comprando caro. Então, parou o mercado, completa Vasconcellos.

As temidas placas já são encontradas em diversas partes da cidade, porém na zona sul, nos bairros de Ipanema e Leblon, a quantidade é mais expressiva. A comerciante paulista, Lúcia Calheiros, conta que comprou dois apartamentos aqui, no Rio de Janeiro, para revender por um preço maior. Mas com a situação, os dois estão encalhados e para não ficar no prejuízo, Lúcia mobilhou e irá alugar por temporada, os dois imóveis

Desde 2008, o mercado imobiliário brasileiro vive uma disparada dos preços, mas parece que esses dias estão contados, pelo menos no Rio de Janeiro.

Siga @fisgo no Twitter e fique por dentro de todas as notícias do site ou acesse: Fisgo.com.br.

Fontes: G1; Blog Cardoso Silva

Siga o @fisgo no Twitter e fique por dentro de todas as notícias do site ou acesse: Fisgo.com.br.

Este artigo foi publicado em Imóveis, Mercado imobiliário e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione em seus bookmarks o link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>