UPP’s valorizam casas e apartamentos cariocas

UPP’s valorizam casas e apartamentos cariocasO sobe e desce dos preços no setor imobiliário está longe de terminar. Na semana passada constatamos uma queda nos imóveis no litoral de São Paulo, agora, são os cariocas que dão sua contribuição para a balança. De acordo com as pesquisas, foi registrada uma supervalorização de casas e apartamentos nos bairros próximos as unidades pacificadoras, conhecidas como UPP’s.

Atualmente, o Rio de Janeiro conta com 13 unidades pacificadoras, que além de proteger a sociedade são responsáveis por valorizações imobiliárias de até 125%. Segundo a Secovi – Rio, o bairro de Copacabana que possui três UPP’s registrou uma alta de 100%, entre julho de 2009 e fevereiro de 2012. Já a Tijuca, bairro que conta com quatro unidades pacificadoras, constatou uma valorização de 110,5%, no mesmo período. Vale lembrar que outros bairros como Botafogo e Vila Isabel também registraram uma elevação nos preços, próxima de 90%.

Confirmando o efeito UPP’s, o jornalista Ancelmo Gois, publicou em seu blog Ancelmo.com, no Globo, a pesquisa realizada no Fisgo.com, que mostra, em números,  outros dois bairros que também tiveram valorização, são eles, Estácio e São Cristóvão. Ambos também são próximos a comunidades que possuem UPP’s e de acordo com a matéria, a alta registrada foi de 35%.

Siga @fisgo no Twitter e fique por dentro de todas as notícias do site ou acesse: Fisgo.com.br.

Fontes:O Globo, Web Casas; Portal R7

Siga o @fisgo no Twitter e fique por dentro de todas as notícias do site ou acesse: Fisgo.com.br.

Este artigo foi publicado em Imóveis, Mercado imobiliário e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione em seus bookmarks o link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>