Preço dos combustíveis começam a tomar outro caminho

Preço dos combustíveis começam a tomar outro rumoApós um anúncio de elevação absurda, no valor dos combústiveis no começo de maio, a população brasileira e a única maneira de chamar atenção e demonstrar indignação e insatisfação com o fato foi através das armas digitais disponíveis nos dias atuais (mídias sociais, E-mails, etc) . Manifestações em grandes redes como Twitter e Facebook tomaram proporções gigantescas e os resultados foram: a queda momentânea dos preços e maior atenção ao assunto.

A estabilidade dos valores dos combustíveis ainda não é uma realidade, essa batalha está longe de acabar, mais uma notícia boa lidera o assunto: os preços estão permanecendo baixos, ou como eram antes. Segundo a ANP (Agência Nacional do Petróleo) o valor da gasolina na penúltima semana de maio foi 1,68% menor do que as semanas anteriores e o etanol foi 4,58%, mais barato. Vale ressaltar que a pesquisa foi realizada durante os dias 22 e 28 de maio.

Pelos indícios divulgados, essa guerra não está com os dias contados e a bandeira branca dos grandes empresários parece que ainda não foi erguida, muito menos visualizada, mais um grande passo já foi dado, hoje foi realizada uma audiência pública, no plenário 5, para debater a política vigente dos preços dos combustíveis, pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio, agora é ficar de olho nos preços para ver qual foi o resultado do debate.

Siga @fisgo no Twitter e fique por dentro de todas as notícias do site ou acesse Fisgo.com.br.

Fonte: Notícias Automotivas; Câmara dos Deputados; Humor na Net

Siga o @fisgo no Twitter e fique por dentro de todas as notícias do site ou acesse: Fisgo.com.br.

Este artigo foi publicado em Caminhões, Carros, Motos e marcado , , , . Adicione em seus bookmarks o link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>